Animal do poder
Self Care Terapias

Du 17/02/2018 10h00 au 03/03/2018 12h00

Fuseau horaire : Lisbon

Self Care Terapias
Rua Brito Camacho, 15
2780-008 Oeiras
Portugal
Objectivo - Quer tenhamos consciência, ou não, todos nós temos animais de poder que simbolizam os aspectos instintivos da nossa alma. Descobri-los e conectarmo-nos com eles é o que proponho para este workshop dividido em duas sessões. Basicamente será recuperar partes de nós que, ou não temos consciência delas, ou preferimos em tempos esquece-las. É um trabalho de unidade do ser.
"Desde os tempos mais antigos que a humanidade usou os animais como totens e símbolos dos mais altos ideias – o leão como símbolo de força, o cordeiro como pureza de Deus, a serpente e a águia como símbolos dos princípios sagrados do universo.
As sociedades mesoamericanas adoravam a serpente plumada Quetzalcoatl, um Deus mestre dos ventos e do céu e protector da sua gente. Na mitologia grega Medusa, a Deusa de cabelos de serpente simbolizava a sabedoria feminina, Hércules era comummente retratado a vestir uma pele de leão, representando astucia, coragem e domínio sobre a besta. Na bíblia o rei Salomão é referido como “o leão da Judeia” e Jesus chamado como o cordeiro de Deus. Na religião Hindu, as vacas são consideradas Sagradas. O calendário chinês usa os animais como símbolo.
A identificação cultural que existe com os animais é por vezes tão forte que civilizações inteiras os adoptaram como símbolos. Tomemos por exemplo o caso do poderoso leão símbolo de Inglaterra, ou mesmo a abelha que representa a imortalidade e ressurreição foi escolhida como símbolo por parte de Carlos Magno e Napoleão Bonaparte representando França. Uma das representações animais mais usadas é sem dúvida a águia, adoptada tanto em culturas antigas como modernas (egípcios, sumérios, gregos, hititas, romanos). As representações animais são inclusivamente usadas na indústria automóvel, de forma a evocar características especificas: por exemplo Jaguar remete-nos imediatamente para um carro veloz, elegante e rápido, a Dodge tem como símbolo um carneiro montanhês assegurando-nos que é um todo o terreno, a Lamborguini adoptou como símbolo o Touro evocando as suas características da agressividade, força e resistência.
Para os Laikas Peruanos existem 4 arquétipos animais muito importantes. A serpente símbolo do conhecimento, a sexualidade e o poder curador da natureza. O jaguar que representa a força a coragem e o poder da transformação. O beija-flor simboliza coragem, força e orientação. O condor com a capacidade de ver mais à frente, a clareza, da visão, e o princípio auto transcendente da natureza. Quando abrimos e fechamos o espaço sagrado, invocamos esses animais espirituais, representando os quatro princípios fundamentais da vida. Além de imagens arquetípicas, a maioria de nós perdeu a conexão com quase todos os animais, excepto os domésticos. " Adaptado de Alberto villoldo
25 Lobos
É necessário reservar o lugar pois tem lugares limitados. Ayaha
Source: www.facebook.com