25ª Expo do Bartolo - Spectres
BARTOLO

Évènement indisponible.

Selon le cas, de nouvelles dates appraîtront bientôt ou l'activité proposée sera définitivement supprimée.

ven. 08/12/2017 de 21h00 à 4h00/strike>

BARTOLO
Rua Helidoro Salgado n-33A
2830-346 Barreiro
Portugal
Não faltes ao arrancar de mais uma grande exposição de fotografia do teu BARTOLO.
SPECTRES (Do lat. Spectru -, «visão»), DE Eunice Correia. "Um olhar sobre desertos urbanos, onde o pó esvoaça a cada passo dado, assentando no leito que serve os espectros que neles habitam."
Eunice Correia, nasceu em Lisboa. Inicia-se na RTP, a 1996 em dobragens nos programas “O Jardim da Celeste”, “Animais Bebés” e “Tweenies”. Em 2011 Conclui o Curso Profissional de Artes do Espectáculo, na Escola Secundária Passos Manuel, em Lisboa. Onde teve orientação do mestre Manuel de Almeida e Sousa, e em 2016 a licenciatura em Estudos Artísticos na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa.
No cinema estreia-se com Margarida Gil como protagonista em "Perdida Mente" pelo qual foi nomeada “Jovem Talento L´Óreal” em 2010 no Estoril Film Festival, e no ano seguinte participa em “Paixão” da mesma realizadora.
Foi dirigida por Lorenzo Degl'innocenti no vídeo clip “Maria Alice” dos Virgem Suta.
Na fotografia, expõe pela primeira vez no Festival da Liberdade'17 sob alçada da Associação de Artes Abismo Humano com algumas fotografias da coleção Espectros.
Participou em alguns festivais internacionais com a Cia. Teatro Salomé, como Festival Off d’Avignon 2013 e o Festival Janeiro de Grandes Espectáculos 2014, em Recife, Brasil com o espectáculo “O Desejado” de Moncho Rodriguez.
Como marionetista trabalhou com José Ramalho nas óperas “O Retábulo de Mestre Pedro” de Manuel de Falla e na “Flauta Mágica” de Mozart, dirigida por Tito Celestino da Costa.
Desde 2015 integra o grupo de teatro e animação de rua TEN-TART.
Tem vindo a colaborar como performer em projectos de artistas como Babalith e Clube da Moca Vermelha.
Tem vindo a ter algumas participações em spots-publicitários para o Museu da Marioneta e Gulbenkian.
Em 2017 estreia-se na dança ao público, no espectáculo Indómito, dirigido por Soraya Moon.
Actualmente circula com “Pranto de Maria Parda” de Gil Vicente, estreado no Museu de José Malhoa em Março de 2017, com encenação de José Ramalho (Teatro Figura) e apoio da Associação de Artes Abismo Humano. Espectáculo este que marcou já presença no FIG – Festival Internacional de Gigantes (Pinhal Novo); na Associação Cinematográfica 50Cuts em Setúbal; Biblioteca Municipal de Alhos Vedros, entre outros.
Na fotografia, expõe pela primeira vez no Festival da Liberdade'17 sob alçada da Associação de Artes Abismo Humano com algumas fotografias da colecção Espectros.
Para animar a noite o grande seletor musical Cristiano Castanheira!
Source: www.facebook.com