Educação Sentimental, Júlio Bressane, 2013
Sessão Plano

jeudi 24 de 19h00 à 23h30

Fuseau horaire : Sao_Paulo (GMT-03:00)

Cinemateca do MAM
Av Infante Dom Henrique, 85, Parque do Flamengo
20021-140 Rio de Janeiro
Brazil
No mês de agosto a Sessão Plano completa três anos programando cinema brasileiro na Cinemateca do MAM. E pra marcar a data, escolhemos o filme Educação Sentimental, direção de Júlio Bressane, que vamos exibir em 35mm.
A Sessão surgiu da vontade de alunos e ex-alunos do curso de cinema da UFF de lutar por um espaço dentro do circuito do Rio que não praticasse o monopólio da novidade e tivesse uma atenção com formatos de exibição. E o encontro com o cinema brasileiro se deu por justificativa geografica: o privilégio de existir na mesma cidade em que grande parte daqueles personagens envolvidos na feitura dos filmes ainda habitava: diretores, atores, montadores, diretores de foto... E poder aproveitar um acervo em 35mm esperando a ser desvendado. Acreditamos que o (re)descobrimento da história daqueles que se lançaram a aventura do cinema neste país era uma escolha digna e necessária.
Exibir Educação Sentimental nesta altura é reafirmar nossa crença de que o novo não é valor geracional. Júlio Bressane vem fazendo a cinquenta anos um cinema que recusa o lugar do confortável, um cinema que se mantém ao mesmo tempo constante e experimental, sem se deixar seduzir aos modismos que vão e e vem. Cada novo filme de Bressane é como a continuação de uma grande descoberta. E quando Educação Sentimental estreou (infelizmente sem o espaço merecido) foi um encontro entre aqueles que planejavam vir a fazer cinema, amigos ainda estudantes apaixonados, e um cinema que era feito aqui, neste momento, neste país, e que era um cinema em que valia a pena acreditar. Não é demais afirmar que foi o filme que, em época de vacas magras, de tendências que se provaram tão passageiras quanto vazias, fez com que - nos subterrâneos dos blogs, conversas em privado, foruns de internet - afirmassemos que sim, ainda havia aqui um cineasta que cumpria o seu oficio com seriedade e com paixão. Educação Sentimental poderia se juntar num recorte à filmes como Já Visto Jamais Visto, Signo do Caos, Falsa Loura, O Viajante, e outros onde o fator compartilhado é a comprovação de que nossos filmes mais jovens dos últimos tempos foram os realizados pelos nossos "veteranos". E nossa sorte é que Bressane continua a filmar...
Numa trama onde acompanhamos a relação de amor e cúmplicidade entre uma professora e seu aluno, somos nós a descobrir que a memória pode se fazer viva e o cinema, mesmo nos dias de hoje, continua tão misterioso e belo como sempre foi.
---
Dia 24/08
As 19h
Na Cinemateca do MAM-Rio
Source: www.facebook.com